Ação nacional 07/04/16 – Rede Justiça nos trilhos 4/4


A rede Justiça nos Trilhos foi tema do Programa Ação Nacional (Rede Século 21). O apresentador Junior Guarda entrevistou o missionário comboniano, padre Dário Bossi sobre o trabalho da rede Justiça nos Trilhos, mineração e as comunidades impactadas ao longo do Corredor Carajás.

Desenhando um sonho: a história de luta de Piquiá de Baixo

Documentário conta a história de luta dos moradores de Piquiá de Baixo, Açailândia-MA

Desenhando um sonho é a história de luta da comunidade Piquiá de Baixo, em Açailândia, no Maranhão, contada pelo olhar de Mikael Carvalho, nascido na comunidade.

O documentário traz depoimentos de moradores e moradoras sob a narração de uma criança de 7 anos, que mora em Piquiá e participou das filmagens junto a outras crianças.

Fala de José Horlando para audiência Temática na CIDH

Em Washington, EUA, representantes das comunidades Vila União e Vila Concórdia, do município de Buriticupu (MA), denunciaram na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), os impactos negativos provocados pela Estrada de Ferro Carajás.

Assista ao vídeo com a fala de José Horlando, morador da comunidade Vila União. O vídeo foi entregue hoje na CIDH, durante a audiência Direitos territoriais dos povos indígenas e comunidades amazônicas.

Documentário Não Vale a Pena

O documentário “Não Vale a Pena” representa um esforço coletivo com vistas à denúncia das violações de direitos pela mineração, a partir das perdas e sofrimentos causados pela destruição das águas, como também um manifesto de indignação frente às seguidas tragédias, crimes e omissões na operação e no licenciamento ambiental de empreendimentos do setor.

Esse vídeo-documentário é um dos resultados do projeto “Água Vale Mais que Minério no Quadrilátero Ferrífero-Aquífero, Minas Gerais”, realizado entre agosto de 2015 e outubro de 2016, pelo Movimento pelas Serras e Águas de Minas (MOVSAM), nos municípios Santa Bárbara, Catas Altas, Mariana, Congonhas, Belo Vale, Itabirito, Brumadinho, Sarzedo, Sabará, Nova Lima, Raposos e Rio Acima. Conta com recursos do Fundo Brasil de Direitos Humanos e o apoio da Arca Amaserra.

Equipe

Cientista social: Frederico Magalhães Siman
Designer gráfico: Graciella Neves
Coordenação: Maria Teresa Corujo
Asessoria de comunicação: Pedro Nogueira
Documentarista: Pedro de Filippis
Advogado: Vinícius Papatella Padovani

Next Page »« Previous Page